Azul

by Nina Becker

/
1.
05:02
2.
03:15
3.
05:19
4.
5.
04:00
6.
03:37
7.
8.
04:04
9.
10.
02:17

about

Agradecimentos:
Marcelo, Lidia, roberto gnattali, luidi, adriana schnoor, ana strumpf, regina e Dudu strumpf, Caroline bittencourt, Daniel gnattali, bonelli, todos os beckers, do amor, mercedes Tristão, marcia Fonseca, nelson jacobina, moreno veloso, Gustavo lenza, kassin, rica amabis, romulo fróes, renato Martins, domenico e zoy, nervoso, Rubinho, Bartolo, quito, Jorge Mautner, marisa gandelman, Gabriela Lacombe, hiromi konishi, felipe abreu, clara rocha, joana ventura, caro veiga, daniela de lamare, nina lemos e todas as tpms, oscar segovia, Alisson louback, lenna beauty e yuri kalil, denylson Azevedo, teca paes, bruno padilha, ana maria continentino, bruno Moraes, regis damasceno, junior boca, pupillo, dengue, thalma de Freitas, Raul mourão, Geraldinho Magalhães, paola vieira, berna ceppas, beatriz radunsky, Cely Bianchi, mariana de Moraes, carol Jabor, kiti Duarte, vandete, Thalita campos, dane pereira, bruno guinle, lucia guinle, diogo reis, Eduardo cristoph, monica frança e especialmente a cacá lima, luca raele, Benoni, Paulo calia, ana frugoli, angela e todo o adorável pessoal da YB.

agradeço de coração a Miranda e Mauricio por todo o tempo e carinho.

credits

released August 27, 2010

produzido por Mauricio Tagliari, Carlos Eduardo Miranda e Nina Becker
a&r: Mauricio Tagliari
direção técnica: Carlos ‘Cacá’ Lima
label manager: Allana Morais
assistentes de estúdio: Diego Techera, Vinícius Silva, Bruna de Marco, Bruno Furtado
gravado, mixado e masterizado por Carlos ‘Cacá’ Lima nos estúdios YB em São Paulo
arranjo de metais gravado por Daniel Vasques no estúdio Toca da Raposa no Rio de Janeiro
design: João Bonelli e Daniel Gnattali / muarê
fotos: Caroline Bittencourt

tags

license

all rights reserved

about

Nina Becker Rio De Janeiro, Brazil

contact / help

Contact Nina Becker

Track Name: Ela Adora
(Nina Becker / Marcelo Callado / Ricardo Dias Gomes)

Ela quer tudo sempre
Tudo agora
Ela não gosta de esperar
Enquanto pensa se vai ou demora
Atende o telefone e escolhe a roupa

Ela chora
Vai embora, vem pra cá
Não dá bola
Tá na hora de brincar

Ela recobre tudo
Com beleza
E o tempo mandou avisar
Que o que virá será sempre surpresa
Que leva pra um outro lugar

Ela acorda
De manhã e vai cantar
Ela adora
Se perder e procurar

Joga fora
O que já não serve mais
Na vitrola
Cannonball tocando jazz
Track Name: Pedido
(Nina Becker)

Juro
Não me dê ouvidos
Na verdade eu não queria
Perdidos
No espaço permitido
De um segundo apenas
Entre a indiferença e um breve
Susto, uma vertigem sem razão
Bom dia
Tarde é poder nunca
Retornar do paraíso
Egoístas
Por ignorar
A existência de tudo o mais
Mas de tanta proximidade
Vamos desistir e nos arrepender
De tudo
Num instante tento
Despertar de repentinos
Desejos
Entre a glória e o homicídio
Que são só tormento
Incorporar o silêncio, anestesiar
Qualquer chance de sofrer
Me diga
O que fazer para te esquecer
Track Name: Samba-Jambo
(Jorge Mautner / Nelson Jacobina)

Eu não ando, eu só sambo
Por aí
Esse samba-jambo
Escorregando para não cair

Eu me encosto nesse poste
À sombra da bananeira
E por mais que eu te goste
Você não vê minha bandeira

Nhenhenhem, nhãã-hã
Os seus olhinhos sempre têm, meu bem
Aquela luz da aurora da manhã
Track Name: Dans Ton Île
(Domenico Lancellotti / Zoy Anastassakis)

Dans ton île
Tes pieds, tu vas
C’est à dire
Je vois tes pas
J’imagine tes yeux, regarde
Je t’en pris
Ton coeur, sois sage
Tu vas vite
C’est bien normal
Vois grandir
Tons corps, pas mal
Track Name: Lá E Cá
(Moreno Veloso / Quito Ribeiro / Bartolo)

Vez em quando eu me pego sozinho
A cantar
Essa melodia pra me ninar
É que nunca me cansei de sentir e
De lembrar
Dessas ondas que caminham no ar
E da minha voz se faz um poema
Pra guardar
Dentro de uma concha branca do mar

E o destino da canção foi trazido
Desde lá
Por um vento vindo de outro lugar
Quem ouviu os seus segredos não esquece
Quer cantar
Essa melodia pra me ninar
E a água doce vem sorrindo bonita
Pra dançar
Com quem junto à sua margem cantou

Em cada canção sou cego e sou guia
Lá e cá
Procurando o sossego e o amor
É que nunca me cansei de sentir e
De lembrar
Dessas ondas que caminham no ar
E da minha voz se faz um poema
Pra guardar
Dentro de uma concha do mar

E o destino dela foi revelado
Desde lá
Por um vento vindo de outro lugar
Quem ouviu os seus segredos não esquece
Quer cantar
Essa melodia pra me ninar
Track Name: Não Tema
(Renato Martins)

Não tema não
Não vale a pena não
Se você quiser eu fico aqui
Nós dois juntinhos
Até dormir
Pra quando você chorar
Que nada
Toda dor se vai
De madrugada

Não tema não
Não há problema não
Se você quiser eu vou praí
Tudo pra fazer você feliz
Pra quando você sorrir
De nada
Antes de dormir
Digo obrigada
Track Name: Não Me Diga Adeus
(Paquito / Luis Soberano / João Correia da Silva)

Não, não me diga adeus
Pense nos sofrimentos meus
Não, não me diga adeus
Pense nos sofrimentos meus

Se alguém lhe der conselhos
Pra você me abandonar
Não devemos nos separar
Não vá me deixar
Por favor
Que a saudade é cruel
Quando existe amor

Não, não me diga adeus
Pense nos sofrimentos meus
Track Name: Janela
(Nina Becker / Domenico Lancellotti)

As coisas passam sem se aproximar
Do caminho que se olha dessa janela
As coisas passam sem saber passar

Passo as chuvas, passo as curvas
Que eu vou lembrar

Passam sem se aproximar
Paradas, paradas
Passam sem olhar pra cá
Paradas, paradas

Para voltar pra casa e descansar
Para poder chegar de algum lugar
Para tentar chegar de madrugada
Para poder perder a mão da estrada
Track Name: Flor Vermelha
(Nuno Ramos / Romulo Fróes)

Cobri o cimento com água do mar
Pus na pedra fria uma flor vermelha
E a ventania
Veio me dizer, essa pétala
Nasce todo dia feito flor vermelha
Pra despetalar
Quem é essa pétala?
Sou eu esse mar?
Quem é que me rega de alegria
E cova pra eu poder cantar?
Quem me vê sorrindo
Quem me vê sorrindo
Pensa que sou eu quem brota
Que eu sou a pétala
Mas a pétala
Eu sei agora
É o espinho
Que a rosa adora
Essa pétala olha aqui dentro
Nasce morrendo pra despetalar
Track Name: Medo
(Nina Becker)

Medo, medo
Medo, do escuro
Mas não vê
Que sem mim
Você não é ninguém

Chama, chama
Pra um lugar seguro
Nos braços
De quem
Te quer bem

Dorme, dorme
Corre, corre
O quanto dista
O que eu quero
De onde posso ir?